Desabilitar

Artigo do Blog

Ar-condicionado é um aparelho que ‘trata’ o ar em espaços fechados, permitindo regular temperatura, umidade, limpeza e ventilação. Os aparelhos do tipo split levam esse nome porque são divididos em duas partes: uma que fica dentro da casa – chamada de evaporadora, que é onde ira sair o ar – e a outra, que fica do lado de fora – chamada de condensadora, onde o ar é ‘tratado’.

O ar-condicionado split é o tipo mais moderno e mais usado. Para instalá-lo, é preciso ter três cuidados: conhecer a estrutura que ele precisa, escolher a capacidade exata do aparelho e definir em que local da casa ficará cada parte.

Antes da instalação – Comece lembrando que uma parte fica dentro da casa e outra fora. Escolha o local em que ficará o aparelho de saída de ar e considere que ele é ligado por tubos e fios até a outra parte do aparelho, que deve ficar na área externa.

Então, quanto mais perto, menor será o custo com tubos e com mão de obra. Para a infraestrutura que liga as duas partes do aparelho são usados:

– Tubos em cobre ou alumínio (também chamado de tubulação frigorífica), com bitolas e espessuras adequadas à carga térmica que você escolher (veja mais sobre BTU´s abaixo);

– Tubulação com fiação elétrica, com cabos dimensionados conforme a carga do condicionador e um disjuntor exclusivo para cada aparelho de ar-condicionado;

– Tubos de PVC para drenagem da água, ligados à rede pluvial da casa.

Se você estiver construindo e for instalar ar-condicionado, passe a infraestrutura (os três tipos de tubos) nas paredes prontas, no mesmo momento em que o encanador estiver fazendo a instalação hidráulica e em que estiverem sendo colocadas as caixinhas para tomadas e interruptores.

Se sua casa estiver pronta e você decidir instalar o split, será preciso quebrar passagem para os tubos na parede, no contrapiso ou embutir no forro de gesso. Mas se sua casa for em alvenaria estrutural, não quebre paredes: deixe as tubulações aparentes ou passe pelo forro de gesso.

Calculando a capacidade do ar split – Para calcular a capacidade você precisa saber a área do ambiente e se ele recebe sol de manhã ou à tarde. BTU é a sigla para Unidade Térmica Britânica, e é a quantidade de BTUs que determina qual será a potência de refrigeração do seu ar-condicionado.

Assim, cômodos menores, como quartos, muitas vezes vão receber um split com menor capacidade. Para ter uma ideia da capacidade do split, use a tabela de referência:

Local de instalação – A dica geral é evitar instalar o split em locais da casa em que a tubulação do ar interfira nas instalações elétricas ou tubos de água e esgoto. Se não seguir essa dica, chance alta de pepinos à vista.

Evite também colocar a parte de saída de ar nas paredes que pegam muito sol. Não coloque a saída de ar (evaporadora) sobre televisores ou aparelhos de som, nem qualquer equipamento elétrico porque eles podem ser danificados se sair água da evaporadora. Deixe livre a parte da saída de ar, a 15 centímetros do teto e considere que ela precisa ficar fácil para limpeza, manutenção ou troca de filtros.

Já a condensadora deve ser instalada de pé, em local bem arejado e, de preferência, onde não pegue sol direto, pra aumentar a vida útil do equipamento. Lembre-se de tentar deixar as duas partes o mais próximo possível, para diminuir gastos.

Evite problemas – Ar-condicionado precisa ter um disjuntor específico com fiação exclusiva para ele, um para cada aparelho. Se não tiver um circuito exclusivo e a ligação tiver sido improvisada, a rede elétrica pode ficar sobrecarregada e sua casa fica em risco, além de comprometer a vida útil do aparelho.

Atenção para a voltagem. Aparelhos de ar-condicionado do tipo split, em sua maioria precisam ser ligados em 220V. Se ligar em tomada 110V comum, ele não funciona.

Fale Com a ClimaBom